Vidraceiros e o novo normal

/Other/UdineseCOMBR/BLOG%20UDIGLASS/1631156251_fefa0e_17207udiglass600x315.png

UdiGlass oferece três produtos que contribuem para evitar contágios

Como forma de fugir da concorrência predatória nos ramos de esquadrias e vidros, que acaba gerando guerra de preços e baixa lucratividade, vidraceiros e serralheiros de alumínio podem utilizar a estratégia de antecipar tendências, saindo na frente na busca de soluções.

Com o final da pandemia se aproximando o denominado “Novo Normal” é um assunto frequente. O termo indica que, após os dois anos de reclusão devido ao Coronavírus-19, o mundo não será mais como antes. Diversos hábitos dos consumidores, adquiridos durante o tempo de reclusão, deverão ser adotados como prática normal do dia-a-dia.

 

Mudanças na pandemia

Uma das mudanças que especialistas apontam como certa será a continuidade nas ações de prevenção de doenças, evitando-se áreas com contato constante das mãos e adoção de materiais facilmente higienizáveis.

E uma das áreas a serem valorizadas nesse “pós-pandemia” será a de controle de acessos, com as fechaduras eletrônicas acionadas a distância, fechaduras de sobrepor com abertura por cartão de proximidade e portas automáticas ganhando a cada dia mais aceitação, tornando-se objeto de desejo de muitos escritórios, condomínios e estabelecimentos comerciais como forma de se evitar contágios.

Atenta a essa realidade a Udinese, através de seu setor direcionado à área do vidro, UdiGlass, passou a oferecer três soluções direcionadas. Verdadeiras oportunidades para que as vidraçarias tenham mais possibilidades de lucro. 

 

Novidades e lançamentos

O primeiro produto, nesse contexto é a Fechadura Eletrônica de sobrepor YDG 313. Como o próprio nome indica, ela pode ser sobreposta em portas pivotantes ou com dobradiças, também chamadas de portas de giro. A grande vantagem que oferece aos usuários é a maior segurança, com abertura que pode ser feita através de digitação de senha ou cartão de aproximação.

A segunda novidade, lançada neste início de ano (2021) é a Fechadura Elektra. Trata-se de uma fechadura elétrica diferenciada, uma vez que foi pensada nas vidraçarias brasileiras. Seu principal diferencial é a fácil higienização em sua superfície cromada e seu design, que combina perfeitamente com as ferragens para vidros utilizadas em vários países, inclusive no Brasil.

Outro lançamento recente é um operador batente que transforma uma porta simples de vidros em uma automática de fácil instalação, denominado Magic Door. Esse operador para portas pivotantes permitirá que vidraceiros possam competir no universo das portas automáticas de pequeno porte. E esse item poderá ser oferecido a toda sua carteira de clientes, uma vez que o sistema do Magic Door permite a automatização de portas de vidro já instaladas. Essa ampliação de atividades é até razoável, uma vez que a parte mais visível de uma porta automática de vidros é o próprio vidro.

 

Atento às mudanças

É preciso ficar atento às alterações de comportamento dos consumidores. O que há pouco tempo era considerado um artigo de luxo, hoje pode-se afirmar que é um elemento necessário, que visa o conforto, segurança, previne contágios e até mesmo gera economia. A instalação de controle de acessos, fechaduras eletrônicas e portas automáticas otimiza os sistemas de acesso e garante assepsia e fluidez aos ambientes.

 

Sobre a Udinese

Líder do mercado nacional de componentes para Esquadrias, reconhecida por oferecer soluções inteligentes e inovadoras aos seus clientes. Foi fundada por Luigi Papaiz em 1966 e atualmente é a única empresa do segmento a conquistar a ISO 9001. Faz parte do Grupo ASSA ABLOY, que compreende mais de 400 empresas subsidiárias em 70 países.